Empréstimos


O que é empréstimo consignado?

Empréstimo consignado é um tipo de crédito pessoal no qual o valor da parcela é descontado direto da sua folha de pagamento.
Ele é, portanto, voltado para servidores públicos e para aqueles que recebem aposentadoria ou pensão via INSS.

Quem pode pedir o empréstimo consignado?
O empréstimo consignado é uma linha de crédito voltada para algumas categorias, como:

  • Aposentados ou pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social);
  • Funcionários públicos, e
  • Militares.

Pessoas fora dessas categorias não podem pedir um empréstimo consignado. Isso porque, como dito antes, o valor das parcelas é descontado todo mês direito da folha de pagamento, seja do benefício ou do seu salário.
 

Que documentos devo entregar para um consignado?
Para aposentados e pensionistas do INSS é necessário apenas:

  • Foto do RG ou CNH frente e verso; 
  • Comprovante de residência;

Se você é militar ou servidor público, além dos documentos acima:

  • Um holerite ou número de benefício do INSS.
     

Quanto da minha renda pode ficar comprometida?
Você pode comprometer

  • até 35% de sua renda. Mas é importante lembrar que essa porcentagem se divide em duas: ? até 30% da sua renda, isto é, do seu salário ou benefício; e  
  • até 5% do limite do seu cartão de crédito.

No entanto, essa porcentagem pode variar de acordo com a análise de crédito do banco, já que a instituição pode decidir liberar menos margem para seu empréstimo.
 

Quais são as vantagens?
A principal vantagem do empréstimo consignado é que o pagamento das parcelas é descontado diretamente do benefício do INSS. Por isso, as chances de ficar inadimplente, isto é, de não pagar o empréstimo são menores.
Além disso, por conta das menores chances de inadimplência, em geral a taxa de juros é inferior e os prazos para pagar as parcelas são mais longos, quando comparado às demais linhas de crédito do mercado.
 

Preciso passar por uma análise de crédito?
No caso de aposentados ou pensionistas do INSS, funcionários públicos e militares, não é feita nenhum tipo de consulta aos orgãos de proteção ao crédito.
 

Negativados podem fazer empréstimo consignado?
Sim! A restrição ao CPF, aliás, interfere muito pouco na taxa de juros dos empréstimos consignados, já que o desconto é feito de forma automática e, portanto, há uma garantia de cumprimento do contrato.
Enfim, o empréstimo consignado é uma ótima opção para negativados por esses motivos. Afinal, com menores juros, o CET (Custo Efetivo Total) do seu empréstimo é menor. Desse modo, você economiza e, ao mesmo tempo, consegue o empréstimo que quer.
 

Empréstimo consignado é melhor que crédito pessoal?
Muito melhor, pois é menos burocrático e com a taxa de juros bem mais baixa.
 

Quais são os outros tipos de empréstimos?
Agora, se o empréstimo consignado não for uma opção para você, existem outros tipos de crédito que podem te atender. Por exemplo:

  • Crédito pessoal: o tipo mais comum de empréstimo. No entanto, tende a ter juros mais altos;
  • Refinanciamento de Imóvel: linha na qual você usa o seu imóvel como garantia de pagamento. Essa segurança diminui as taxas e aumenta o valor do crédito, mas eleva também o nível de burocracia;
  • Refinanciamento de veículo: nessa, seu carro é a garantia de pagamento. Por isso, os juros são menores e o valor é um pouco mais alto. Você consegue levantar um bom valor e não precisa se desfazer do veículo.
  • Empréstimo na conta de luz: outra opção rápida, na qual o crédito é adicionado à sua fatura de energia.

Os juros são mais altos. Peça uma simulação, sem compromisso, no site da SERFELIZ Crédito e opte pelo que se encaixa melhor ao seu bolso.
 

Devo pagar algo antecipado para fazer empréstimo consignado?
Não! Essa prática é considerada criminosa. Nenhuma instituição financeira séria e certificada pelo Banco Central cobra taxas para liberar o seu empréstimo.
Pois não é necessário pagar qualquer taxa ou depósito para ter a análise ou a liberação crédito. Uma das justificativas mais comuns usadas por golpistas é que o depósito antecipado para empréstimo ajuda a reduzir a taxa de juros das parcelas. Embora pareça fazer sentido, você já sabe que essa prática não existe.